Sombra e Água Fresca

Redes sociais

Um projeto da Igreja Metodista

Área exclusiva

Faça parte

1º passo – Organizar uma equipe local

2° passo – Oicializar na CLAM

É imprescindível que essa equipe busque apoio do/a pastor/a e sua oficialização num Concílio Local ou Clam, para que a Igreja toda tenha a responsabilidade com o projeto.

3° passo – Conhecer a realidade das crianças e da comunidade (Diagnóstico)

4° passo – Divulgar o projeto e inscrever as crianças e adolescentes

5° passo – Planejar as ações

Baseados nos recursos disponíveis:
Materiais (Com o quê fazer? Quais parcerias?), físicos (Onde fazer?),
e humanos (Quem fará?), a equipe local deve propor as atividades
(O quê e como oferecer? Quais os dias de funcionamento?)
Temos recomendado que funcione de 2 a 3 vezes por semana,
em horário alternado à escola dos/as participantes.

6° passo – Planejar as ações

Após iniciadas as atividades, é importante que a equipe local se encontre, semanal ou quinzenalmente para oração, capacitação, planejamento e avaliação das ações, além de momentos para encontros com as famílias.

7° passo – Partilhar com a igreja local

A equipe local deve apresentar à igreja, os frutos e dificuldades dos projeto: pode se integrar com a Vigília anual que ocorre pela Criança, e ter participações nos cultos e encontros da igreja.

8° passo – Participar de encontros regionais e distritais

A equipe regional tem organizado encontros regionais e distritais de capacitação, onde a equipe local tem momentos de troca de experiência, capacitação e fortalecimento para a caminhada.

9° passo – Buscar integração na comunidade

Além de contar com o apoio da igreja local, para oferecer um atendimento de qualidade às crianças, o projeto deve buscar parcerias com toda a comunidade, incluindo comerciantes, escolas, conselhos, associação de bairros e outros.

10° passo – Festejar

Todo projeto também é convidado a celebrar de forma comunitária as etapas e conquistas ao longo do ano, integrando a igreja, escolas, voluntários/as, parceiros, famílias e as crianças e adolescentes. É o momento de dizer: “Até aqui nos ajudou o Senhor”.